Motivo da ‘Causa do Conhecimento’ apoiar Dilma

Três ondas de luz estão a retirar o Brasil de sua piada de ser um eterno país do futuro. São as da democracia, classes média e conhecimento. A primeira onda aconteceu nos anos 80 por ocasião da implementação da democracia. A segunda aconteceu ao governo Lula possibilizar que metade da população brasileira participe da classe média. A terceira está ainda por acontecer. É a de fazer o país entrar na Era do Conhecimento.

O Brasil anseia um projeto político que o leve a se inserir na Era do Conhecimento. Falta ao país entrar na primeira divisão da economia mundial. Entretanto, para sair da série B, não basta ter uma classe média forte. Existe um degrau acima que é o de conseguir penetrar na Era do Conhecimento.

O Brasil precisa se tornar uma nação geradora de conhecimento. Sair de seu atual estágio de serviços e revendas e ser um produtor de conhecimento. Isto não é um sonho, é a próxima onda de luz que o país tem de promover. Gerar teorias e produtos e utilizar seu mercado para alavancar seus produtos de conhecimento.

A História convida a todos partidos políticos, mas, como sempre, só aos que a procuram dá o direito de participar de seus novos processos. Estreito é o espaço que ela deixa aqueles que desejam experimentar os caminhos do novo. Tempo para a que se indignam com a injustiça promovida pelo enriquecimento daqueles que já são ricos e poderosos e para os que acreditam nos mistérios da folha de papel em branco.

Estamos formando uma nação brasileira para o novo milênio. Um momento semelhante ao EUA de 1776 e a União Soviética de 1917. A diferença que eles tiveram apoio de ideologias constituídas pela revolução francesa e marxismo. A brasileira só tem o horizonte da Era do Conhecimento. Só o desejo de participar dessa 3ª onda de luz.

Está no ar o desafio de se criar a onda de luz conhecimentista. O momento histórico para a sociedade brasileira enfrentar é o da causa do conhecimento. Nada mais propício do que esse tempo de eleição. Argumentar como retirar o país de seus paus e pedras coloniais.

O microfone foi aberto com as eleições. A surpresa é que os candidatos não conseguem falar sobre a causa do conhecimento. No máximo falam em educação, isto é, aquele nhenhenhéim. Serra a dizer que vai colocar duas professoras em sala de aula (?). A Dilma a tangencia com propostas implícitas (pré-sal). Ninguém (nem seus articulistas, marqueteiros, políticos profissionais) consegue atentar a respeito da chegada da Era do Conhecimento. O conhecimento não lhes é uma causa.

Nenhum partido foi capaz de considerar qual seria o modelo político mais adequado para o conhecimento. Há duas possibilidades: estado-indutor e mercado. É crime lesa pátria deixar a integração educação-ciência-inovação sem a participação do Estado. Essa não é a função do mercado. Igualmente aos quarks (as partículas mais elementares da natureza), a maior parte da infraestrutura de conhecimento tem o seu preço confinado. Pergunte-se: quanto custa a lei de Pitágoras? Resposta: o seu preço de mercado é zero.

Portanto, além dos quarks e das carmelitas, as ‘leis de Pitágoras’ que estabelecem o conhecimento também estão confinadas. Quer dizer: tem valor, mas não tem preço. Sendo assim, o desenvolvimento do conhecimento requer a proteção de uma política governamental. Um dever do discurso político.

Talvez a História tenha reservado ao Brasil o convite para formular a causa do conhecimento. Existe um futuro que aguarda o Brasil. Contudo, a eleição preferiu as moralidades do que as causas. Chamar a atenção da opinião pública sobre a crise moral e ética da sociedade do que seus caminhos adentro da História. Não quis atender o convite outorgado de fazer a luz passar pela escuridão. A eleição optou pelo obscurantismo..

Entretanto, o Brasil se tornou um país de verdade. Um país que avança com luz. Na sua segunda onda, retirou 22 milhões de pessoas da miséria (torcida do Corintians) colocou 31 milhões na classe média (torcida do Flamengo). Num total, em oito anos de governo Lula, conseguiu a notável conquista de introduzir na sociedade civilizada uma população igual a da França.

Destarte, acreditamos que a terceira onda de luz deverá partir da segunda, assim como essa veio da primeira. O governo Lula nos deixa não apenas aos alicerces para um desenvolvimento em educação-ciência-tecnologia, assim como, um sentimento de coletividade. De que existe um Brasil, um povo e não uma classe social, desejando participar da saga do conhecimento.

Ao defender um estado-indutor e gerar uma massa crítica de pessoas na classe média, Lula nos deixa um ponto de partida para a causa do conhecimento. Então, entregamos nossos esforços de causa de conhecimento para que a candidata Dilma conduza o país a sua terceira onda de luz. Construir um projeto de nação conhecimentista.

 

Anúncios

Sobre Melk

O autor é doutor em física pela Universidade de Oxford e empresário do conhecimento (www.aprendanet.com.br). Como físico, ao estudar que os fundamentos do universo, os quarks, se apresentam em três cores: se converte num fanático torcedor tricolor.
Esse post foi publicado em 1 - Eleições 2010. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Motivo da ‘Causa do Conhecimento’ apoiar Dilma

  1. Concordo!! O próximo passo é o acesso ao ensino, à cultura, ao conhecimento, à possibilidade de dialogar. E que isso seja feito em todos os níveis de ensino! É a luz!

  2. J Bruni disse:

    Poxa… argumentos muito diferentes e criativos, bem diferente do que tenho lido… interessante!

  3. vanilma disse:

    Parabéns. Concordo plenamente, o futuro já chegou e eles não querem que o brasileiro tenha acesso ao conhecimento. (um exemplo é quando os tucanos falam em escolas técnicas para um acesso rápido ao trabalho das indústrias deles, e Dilma o PROUNI, o filho do pobre também tem direito de um diploma, de ser doutor. Foi o melhor artigo que li até agora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s